Cidades Seguras
City Câmeras
Em 1 ano de parceria, o projeto City Câmeras já economizou para a cidade de São Paulo 3,6 milhões ao ano com mais de 1.400 câmeras instaladas.
"Era um contrato caro para a Prefeitura e agora, com custo zero, temos um número infinitamente maior de câmeras, com mais tecnologia."
João Doria, para a Secretaria de Comunicação de São Paulo
Sobre o projeto
O Projeto City Câmeras prevê um mapeamento urbano da cidade de São Paulo através do modelo de vizinhança colaborativa, no qual acompanha as imagens dos patrimônios públicos, escolas, hospitais e avenidas da cidade, garantindo mais segurança para a população.
Com uma câmera em cada esquina, conectadas à plataforma Camerite, o modelo operacional do sistema possui integração das imagens para o Comando da Guarda Civil Metropolitana e compartilhadas com os demais órgãos de segurança (Polícia Militar e Civil). O cidadão que quiser cooperar, também poderá integrar suas câmeras privadas.
Até 2020 São Paulo terá 10 mil câmeras, com as gravações armazenadas na nuvem, por toda a capital.
"O que nós estamos fazendo é integrar o que já existe na cidade de São Paulo. Hoje, quando acontece um crime, a Polícia Civil recebe a informação e faz uma ação no local para achar onde estão as câmeras. Agora, damos endereço a essas câmeras. A polícia já consegue acessar. A finalidade é criar a dificuldade para a prática do crime na cidade."
José Roberto Oliveira, Secretário de Segurança Urbana para a Secretaria de Comunicação de São Paulo